Um Deus pequeno!

Imagine por um instante a seguinte situação: você possui alguém muito próximo a você, a que você mais ama no mundo. Por um tempo vocês estarão distantes, por exemplo, por causa de uma viagem. Para matar a saudade, você vê videos e olha para as fotos. Algumas semanas depois chega o dia de buscar aquela pessoa amada no aeroporto, mas você não vai, porque tem as fotos. Ela chega em casa, mas você não dá atenção, porque tem as fotos e aquilo já é suficiente para você. Isso não faz muito sentido não é mesmo? Imagine trocar a pessoa amada, por uma pequena coisa que te lembra ela?

O segundo mandamento em Ex 20.4ss “Não farás para ti nenhum ídolo (…)” Enquanto o primeiro mandamento aponta que não podemos elevar qualquer coisa ao patamar de Deus, neste segundo estamos sendo apresentados a realidade de que não podemos reduzir Deus a qualquer outra coisa da criação, pois estabelecer qualquer elemento entre nós e Deus seria crendice, idolatria, típico da cultura pagã que o povo de Israel deveria ter deixado para trás no Egito.

Em nosso tempo ainda temos aqueles que acreditam que podem adorar a Deus por meio de imagens, mas não seria esse apenas o problema. Muitas vezes temos outros elementos somados na nossa cultura cristã que reduzem o relacionamento com Deus a objetos, superstições, azar ou sorte.

Em Cristo, e apenas nEle temos o caminho a Deus (Jo 14.6). E a verdade é que existe um jeito certo de adorar ao Senhor, pois não são todos caminhos que levam a Deus. O Senhor Jesus vai nos ensinar que aqueles que querem honrá-lo da maneira correta devem fazê-lo em ESPÍRITO E EM VERDADE. Ou seja, de acordo com as verdades reveladas por Ele na Palavra e algo fruto de uma mudança interna.

Portanto, não devemos nos apegar a nada em lugar do Criador. Não devemos tornar nada nem ninguém nosso mediador diante de Deus, pois temos a Jesus Cristo. Elementos do culto, locais, pessoas, líderes ou qualquer outra coisa que possamos criar ou imaginar não são maiores do que nosso Deus. Nosso Deus não é um deus pequeno, Ele é o CRIADOR DO UNIVERSO, e não pode ser trocado por nada da criação.

Que Deus seja dono do seu coração.
João Ricardo.

Comentários